Casal mata sobrinho de 4 anos por espancamento e esconde corpo na geladeira

Eles foram condenados há mais de 20 anos de prisão.

PUBLICIDADE

Ao lermos os jornais ou sites de notícias, nos deparamos com os crimes mais brutais. Um deles, divulgado recentemente, é sobre um garotinho que foi vítima dos tios.

O menino, de apenas quatro anos de idade, estava sendo cuidado por um casal, de quem era sobrinho. Em certo momento, os dois bateram na vítima com uma mangueira.

PUBLICIDADE

Os golpes no garoto foram tão fortes que o mataram em poucos instantes. Sem saber o que fazer com o corpo da criança, os acusados Raúl Arturo e Karina Guadalupe tiveram a ideia de colocar fogo, porém não conseguiram. Eles então colocaram o corpo sem vida do garoto na geladeira para escondê-lo.

O caso aconteceu no município de Jiutepec, que fica localizado em Morelos, no México e foi descoberto pelas autoridades locais.

PUBLICIDADE

O caso aconteceu em 2018, mas somente agora os culpados pela morte da criança, cujo nome não foi divulgado para preservar sua identidade, tiveram sua sentença decretada pelo juiz.

O casal foi condenado a mais de 20 anos de prisão depois que a Procuradoria Geral do Estado (FGE) foi até a residência onde o crime aconteceu e achou o corpo da vítima dentro de um saco preto.

PUBLICIDADE

De acordo com as informações do Ministério Público em uma entrevista à imprensa, o juiz condenou Raúl com treze anos e quatro meses pelo assassinato do menino e mais 10 por esconder o corpo.

Karina, que também foi julgada, recebeu a condenação de 20 anos, sendo metade por ocultação de cadáver.

 

Via: am.com.mx

PUBLICIDADE

Escrito por Lane C

Colunista de notícias relacionadas à Televisão, famosos nacionais e internacionais, saúde, humor e também curiosidades no geral.