O que é a geração alfa, a 1ª a ser 100% digital

PUBLICIDADE

Ao pensar que os millennials e a geração Z era insuperável principalmente o quesito tecnologia, estivemos muito enganados. Agora chegou a hora de darmos boas vindas para a nova geração, os chamados geração alfa. Eles são 100% nativos digitalmente falando.

Apesar de fazer cortes a respeito de gerações não ser algo muito exato, é necessário que seja feita uma analise a respeito. Segundo o instituto de pesquisa americano Pew Research Center, é preciso analisar as gerações, e que através disso a forma de entender mais a respeito dos acontecimentos globais ficará mais clara, e entender como estes acontecimentos tanto econômicos quanto sociais acabam interagindo entre si e o quanto isso pode influenciar a forma como a nós vemos o mundo. E algo que está muito claro a respeito dessa geração é a forma como ela vê o mundo, que obviamente é através de uma tela.

PUBLICIDADE

O psicólogo Roberto Balaguer, que é professor da Universidade Católica do Uruguai e também autor de vários livros sobre educação e tecnologia, explica a respeito das gerações. Ele esclarece que anteriormente as gerações eram definidas por acontecimentos históricos ou sociais importantes. E que hoje isso mudou, e elas são determinadas a respeito do uso de algum tipo de tecnologia do momento.

O professor da escola de negócios Cranfield, no Reino Unido, Joe Nellis, classifica que a geração alfa é formada por crianças que nasceram em 2010, que foi o ano em que a Apple lançou o ipad.

PUBLICIDADE

Entre 1946 e 1964 nasceram os chamados baby boomers. Logo após eles, surgiu a geração X de pessoas nascidas entre 1965 a 1979. Estas pessoas até cresceram ouvindo falar a respeito de eletrônicos, mas a tecnologia para elas ainda era algo muito distante de ser realizada, principalmente da forma como é agora. Em seguida veio a geração Y, mais conhecida como os millennials, que são aqueles que nasceram entre 1980 e 1996, que são aqueles que tem um maior uso e maior familiaridade com as tecnologias. E logo após os millenials, foi que surgiu a geração em questão, a geração Z. Este integra pessoas que nasceram entre 1997 e 2010, que desde muito novos passaram a fazer uso da internet e das tecnologias, e que se sentem muito confortáveis no mundo digital.

Porém, nenhuma destas gerações se compara com a geração alfa. Esta geração é composta pelos filhos dos millennials em sua maioria. Nada se compara a eles, visto que eles serão a primeira geração da qual os aspectos analógicos estão muito distantes para eles. Nellis explicou que as outras gerações precisaram em algum ponto de adaptar a algumas novas tecnologias por exemplo. Mas que esta geração, a alfa, não precisará disto, visto que esta é a primeira geração que é inteiramente digital. E é nisto que ela se difere das outras, que ainda em algum ponto se encontravam com aspectos analógicos, e eles não mais tem este tipo de encontro.

PUBLICIDADE

Os especialistas estão estimando que a cada semana no mundo, nascem 2,5 milhões de alfas no mundo todo. No ano de 2025, quando os últimos integrantes desta geração nascerem, eles já serão cerca de 2 bilhões.

Todo o mundo ao redor dos alfas, principalmente seus pais, está conectado aos seus celulares e outros aparelhos eletrônicos. E para eles, a tecnologia é uma extensão própria, para que eles através dela conheçam mais a respeito do mundo em que vivem. Estes alfas também estão sendo criados por famílias em que os papeis parentais tradicionais se diferem e muito dos de décadas atrás, como foi para as outras gerações. As tarefas passaram a serem mais equilibradas e divididas entre todos, e eles conseguem manter um melhor equilíbrio entre sua vida pessoal e profissional, como não foi possível em outras gerações anteriores.

PUBLICIDADE

Escrito por Pedro Henrique

Amo escrever sobre todo o tipo de assunto, notícias e atualidades são minha paixão. Contato: [email protected]