Agentes do Batalhão Águia obrigam moradores da periferia de Belém a fazerem polichinelos por descumprimento do toque de recolher

Policiais militares do Batalhão Águia irão responder a inquérito, com base na lei de abuso de autoridade, após obrigarem moradores a fazer apoios e polichinelos na periferia de Belém.

PUBLICIDADE

Na periferia de Belém policiais militares tiveram um vídeo registrado onde estão fiscalizando o comprimento do toque de recolher, o Batalhão águia após essa ação terão que responder um inquérito por abuso de altura abuso de autoridade.

Os policiais obrigarem os moradores da região a fazer flexões e polichinelos, a promotoria de Justiça da Polícia Militar informou que o caso aconteceu na última sexta-feira (5), próximo ao canal da Rua dos caripunas.

PUBLICIDADE

O vídeo foi feito nessa região onde eles estavam abordando os moradores, várias pessoas estavam circulando sem máscara e estavam na rua após às 22 horas, o qual era proibido devido ao toque de recolher na região.

Essa medida foi tomada em todo o Pará, a infração prevê multas, a PM em nota informou que o comando do 28º Batalhão responderá pela maneira em que abordaram as pessoas, pois foi abuso de autoridade.

PUBLICIDADE

Os policiais militares já foram identificados eles terão que prestar depoimento na delegacia, eles foram também afastado das suas operações até que tudo seja solucionado.

A polícia em nota informou que não compactua com esse tipo de ação, abuso de autoridade não condiz com os princípios da polícia militar, pois o órgão age com preceitos éticos disciplinares e age para o bem de toda a sociedade.

PUBLICIDADE

Devido ao avanço da covid-19, o toque de recolher foi determinado pelo governo a partir das 22 horas até às 5 horas da manhã e somente é permitido ficar aberto o serviços essenciais.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.