Aneel discute revisão das tarifas de energia para bandeira amarela e vermelha

Uma reunião da diretoria da agência aconteceu ainda nesta terça-feira

PUBLICIDADE

De acordo com informações veiculadas pelo G1, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) revisará em breve os valores do sistema de bandeiras tarifárias. O sistema em questão pretende aplicar uma cobrança adicional nas contas de energia elétrica sempre que os custos para a produção forem aumentados no Brasil.

Segundo a reportagem do G1, caso essa proposta seja aprovada, o valor a mais pago pelos brasileiros quando a bandeira está amarela ficará mais baixo. Porém, nos casos de bandeira vermelha, tais cobranças ficarão ainda mais caras.

PUBLICIDADE

De encontro ao que foi destacado, é possível citar que ainda nesta terça-feira (23), os diretores da Aneel chegaram a realizar uma reunião. Um dos objetivos é justamente debater  o “aprimoramento dessa proposta” e também rever as faixas adicionais das bandeiras tarifarias para 2021 e 2022.

É possível afirmar ainda que a agência chegou a publicar no seu site o voto do relator do processo, Sandoval Feitosa. No documento em questão, é possível ver a proposta da redução de valores para a bandeira amarela, bem como para o aumento da bandeira vermelha, seja ela 1 ou 2.

PUBLICIDADE

Atualmente, os valores praticados para a bandeira amarela são de R$1,34 a cada 100kWh. No caso da bandeira vermelha 1, tem-se um adicional de R$4,16 para cada 100kWh e para a 2 tem-se R$6,24  para cada 100kWh. Ainda que exista a previsão de aumento, a expectativa é que considerando a média geral, os consumidores paguem um pouco menos nas suas contas de energia elétrica.

 

Via: g1.globo.com

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.