Açougueiro tirou a vida a sua ex após a esquartejar, e passou o dia com os vizinhos

Mais um crime, bárbaro desta vez incrédulo de acreditar mas infelizmente é real.

PUBLICIDADE

Segundo o testemunho dos moradores da rua, homem passeou de moto depois de tirar a vida a Ketley Estefany, em Águas Linas. O jovem falou para um amigo, que teve um apagão.

Uma mulher de 17 anos, foi esquartejada pelo açougueiro de 22 anos. Vanderson está sendo acusado de matar a ex namorada e guardar o corpo dentro de um freezer. Os vizinhos viram o jovem conversando com uns amigos frente a sua casa, no dia seguinte em Águas Lindas.

PUBLICIDADE

O homem chegou a ser encontrado nessa ultima quinta-feira 23, depois de se ter colocado em fuga para a Bahia. A justiça decretou de imediado a medida de prisão preventiva. Segundo uma vizinha, que não quis ser identificada, durante o dia de domingo 19, o homem esteve sentado na calcada conversando com alguns amigos frente á porta da sua casa, mas impedindo a entrada dentro da residência.

“Já depois para a tarde, ele pegou no capacete e foi andar de moto com os colegas”, acrescenta a vizinha. Um colega  também a identidade não foi revelada, diz que: “Ele bebia muito e usava drogas. Juntando isso tudo, já sabe, né?” O colega não chegou a conversar com o jovem, após o crime, mas diz que os outros amigos ouviram dele, uma história estranha.

PUBLICIDADE

“Ele disse que não se recorda de nada do que se passou. Teve um apagão”, explica. Já uma outra vizinha, também não quis se identificar, confirma que Vanderson era uma pessoa reservada e pouco de conversar com as pessoas, normalmente. “Ele usava o capacete para entrar e sair. Apenas isso”, finaliza.

Mesmo morando bem próximo da casa onde tudo aconteceu o crime, ela diz que não ouviu nada fora do normal no fim de semana. Outro morador na rua, diz que esta aterrorizado. “A gente vê isso a acontecer na TV, e acaba passando frente à nossa porta. É complicado”, desabafa.

PUBLICIDADE

Segundo os motivos, que levaram o homem a cometer o crime, ele não gostou de ver mensagens trocadas com outro homem no celular dela. “Já teria acontecido uma traição anterior. Ele perdoou, mas agora estaria novamente a acontecer”,explica o delegado Cléber.

Ambos viviam um relacionamento instável, conforme conta o delegado Danilo Nunes, que lidera as investigações, os dois se conheceram através de um aplicativo de mensagens, acabando só por viverem juntos poucos dias do fim de 2019.

“Por problemas complicados, a jovem teria ido para casa de uma tia, e ficou um mês por lá”, acrescenta. No passado sábado 18, o jovem decidiu ir até casa da tia, a fim de convencer a jovem a voltar para casa. “Suspeita-se que ele já assassinou a garota no sábado pela noite, diz o advogado.

As buscas do suspeito deram inicio na segunda-feira, após o pai ter feito uma denuncia.

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!