Crueldade: Padastro joga enteada de apenas 3 anos em piscina de hotel e o pior acontece; Vídeo

A cenas de crueldade foram registradas por câmeras do hotel, onde mostra com clareza que a intenção do homem era tirar a vida da enteada.

PUBLICIDADE

O fato ocorreu no ano de 2016, mas até hoje presenciamos cenas de tortura envolvendo crianças, a cada dia que se passa o amor está se esfriando entre os seres humanos.

Como pode alguém ter a coragem de fazer mal para um ser tão pequeno e indefeso, isso é horripilante e muito difícil de acreditar, mas infelizmente é o que tem acontecido muito nos dias atuais.

PUBLICIDADE

Precisamos proteger as nossas crianças do povo mal, que estão ao nosso lado, são as pessoas que menos imaginamos as que mais fazem maldades a elas.

Igual no caso que vamos apresentar agora, um homem natural do México, recebeu a condenação de 100 anos de prisão, logo depois de ser filmado por câmeras de segurança praticando um ato cruel.

PUBLICIDADE

Ele teria sido filmado enquanto arremessava a sua enteada de apenas 3 anos de idade por diversas vezes dentro de uma piscina funda de um hotel onde os mesmos estariam hospedados.

O homem repetiu por varias vezes o ato, até que a criança perdendo a sua vida, sendo vitima de um afogamento sendo, o fato ocorreu na cidade Morelia, em Michoacan.

PUBLICIDADE

Conforme detalhes divulgado pelo jornal Mirror, a pequena menina não sabia nadar, e no momento do crime, ela estaria aos cuidados do padastro enquanto a sua mãe estaria dormindo em um quarto do hotel.

Nas imagens gravadas pelas câmeras do circuito interno do hotel, é possível ver o momento em que a criança é arremessada na água e tenta lutar para não se afogar, enquanto é observada friamente pelo padastro.

Antes de vazar as imagens das câmeras, o padastro teria dado declarações se mostrando estar surpreso com a morte da enteada. Um dos juízes que participam do caso afirmou que o homem teria segurado a entenda por um longo tempo submersa na água.

Esse ato foi flagrado pela câmera, e é possível ver que possuem outras pessoas próximas a eles, mas parece que eles não percebem a ação do homem contra a criança, ou preferem não se meter.

Em um dos momentos filmados pela câmera é possível ver que o homem joga uma boa para a menina, mas como ela já estava cansada, acaba não conseguindo se apoiar na boia para se salvar.

O advogada que atuava na defesa do homem, ainda tentou induzir que a menina estivesse falecido no momento em que estava fora da piscina, mas não adiantou querer livrar a cara do monstro, já que a filmagem já fala por si próprio entregando toda a ação.

Veja abaixo o vídeo das imagens do crime, e se você for sensível é melhor não assistir, pois a vontade é de esganar o homem:
PUBLICIDADE

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.