Administrador perde pai e mãe com Covid-19 no mesmo dia por falta de oxigênio em Manaus. “O mínimo que podiam ter era oxigênio” lamenta

Administrador, lamenta a dor de perder o pai e a mãe, no mesmo dia devido ao colapso de falta de oxigênio.

PUBLICIDADE

O caus por falta de oxigênio em Manaus, tirou a vida do pai e da mãe, do administrador das firmas Lyad Hajoj. Ambos permaneciam internados, no Hospital Getúlio Vargas diagnosticados com a doença do novo coronavírus.

As vítimas, nos quais delas, o pai encontrava-se na UTI, e a mãe na enfermaria, não resistiram devido à falta de oxigênio. Já nesta quinta-feira 14 de janeiro, Lyad foi na unidade de saúde, para fazer o devido reconhecimento dos corpos dos pais.

PUBLICIDADE

No dia anterior, ele foi visitar a mãe, e disse que jamais teria sido avisado que estavam com falta de oxigênio na unidade. Durante uma entrevista, à apresentadora Aline Midlej, ele falou sobre o ocorrido com os pais.

Na entrevista, ele diz que foi o dia mais aterrorizante que jamais deseja a ninguém. Ele conta que também já tinha sido infectado pela doença, após ter estado a cuidar dos dois, e teve que reconhecer o corpo de ambos.

PUBLICIDADE

Os pais do administrador, morreram em apenas espaço de uma hora entre um e outro. Enquanto relatava o ocorrido, ele destacou ainda, que os seus pais eram trabalhadores imigrantes, onde pagavam impostos , e acabaram por morrer, sem conseguirem ter o tratamento digno.

Ele diz ainda, que o minimo que poderia ter feito era realizarem o básico. Que era o ar. Que também entende, a situação que estamos a passar é critica, mas quando falta o básico é uma coisa sem reparação. Perder e enterrar os pais, no mesmo dia, não tem quem suporte a dor, finaliza emocionado.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!