Associações da Polícia Rodoviária Federal criticam Bolsonaro e alegam que atitude do presidente é um agravante para os distúrbios

PUBLICIDADE

Nesta terça-feira (1º), associações que representam policiais rodoviários federais vieram a público e acabaram expondo o atual presidente da República Jair Messias Bolsonaro.

Desde o último dia 30 de outubro, quando Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito presidente, que surgiram manifestações de caminhoneiros bolsonaristas que passaram a fechar vários pontos de rodovias em todo o Brasil.

No último dia 30 de outubro a Polícia Rodoviária Federal foi muito questionada por causa da realização de blitz em várias regiões do Brasil com a suposta intenção de dificultar a população de chegar nos locais de votação.

Foram várias críticas ao comando da Polícia Rodoviária Federal.

PUBLICIDADE