Cães dopados e mais de 30 tiros, detalhes da morte do marido de Flordelis causam reviravolta no caso

O marido da deputada Flordelis foi morto e as autoridades investigam a chance de ter sido uma execução, confira

PUBLICIDADE

Atualmente a Polícia Civil está investigando o caso do assassinato do pastor Anderson do Carmo de Souza, marido da deputada federal Flordelis, que pertence ao partido do PSD. Recentemente novos detalhes surpreendentes foram divulgados e todos ficaram loucos.

Tais informações provocaram uma grande reviravolta no caso e agora existe a possibilidade de que o crime não tenha sido por acaso. Os policiais suspeitam que Anderson foi na verdade ‘executado’.

PUBLICIDADE

O G1 está cobrindo o caso e repassando todas as notícias sobre o crime. Foi dito que as autoridades não apontaram um latrocínio, que é um crime de roubo seguido de morte.

Informações de dentro da delegacia que investiga o caso apontam que a execução poderia ter sido mandada após uma briga familiar. A Polícia Civil deixou claro que o crime ainda não está totalmente solucionado, mas aos poucos as chances de ter acontecido um latrocínio estão se tornando zero.

PUBLICIDADE

A perícia já foi realizada no carro do pastor e as autoridades descobriram diversos detalhes sobre o crime. Se sabe que os criminosos estavam utilizando toucas ninja para assassinar Anderson.Também foi dito que eles fizeram questão de dopar todos os cachorros que a família possuía antes de fazer a invasão na casa. No corpo do religioso, as autoridades constataram mais de 30 perfurações de tiro contando entradas e saídas das balas.

A deputada Flordelis prestou seu depoimento neste último domingo, dia 16 de junho e revelou que seu amado marido tentou impedir que a invasão acontecesse. Mas que o homem não teve sucesso e acabou perdendo sua vida.

PUBLICIDADE

A mulher explicou que tinha apenas tomado a decisão de fazer um passeio com Anderson e se mostrou surpresa como um simples passeio poderia resultar em uma grande tragédia. Contou que Carmo morreu tentando proteger sua família e a casa.

Flordelis deu mais detalhes e disse que o marido abriu o portão da garagem e foi surpreendido pelos criminosos. Ressaltou que Anderson lutou contra eles no começo e se sacrificou para salvar a vida de seus familiares.

O crime repercutiu nas redes sociais e inicialmente com a informação de que Anderson foi baleado mais de 30 vezes, muitos internautas opinaram sobre o caso. Alguns concluíram mais rápido que os policiais que o crime foi na verdade uma ‘execução’ devido ao número de disparos.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Pedro Henrique

Amo escrever sobre todo o tipo de assunto, notícias e atualidades são minha paixão. Contato: [email protected]