Cláudia Rodrigues recebe a sua primeira comunhão na igreja

Cláudia Rodrigues recebe a sua primeira comunhão na igreja junto com sua filha.

PUBLICIDADE

Cláudia Rodrigues é uma querida atriz, admirada por muitos, e nos últimos anos está em foco nas mídias em função da patologia que apresenta. Os amigos, familiares e fãs, estão sempre atentos com as novidades de saúde da Cláudia Rodrigues.

 

A, Cláudia Rodrigues possui a doença de Esclerose Múltipla. A Esclerose Múltipla é uma doença que inflama a bainha de mielina, a qual a responsável pela comunicação das células nervosas e da medula espinhal. Em função da doença, essa comunicação fica prejudicada. Geralmente, a esclerose múltipla atinge jovens adultos e infelizmente ainda não existe cura. Por enquanto, o que os médicos orientam são tratamentos para aliviar sinais e sintomas da doença, como por exemplo a fisioterapia.

PUBLICIDADE

 

Cláudia Rodrigues possui esse diagnóstico desde o ano 2000. Mas no ano de 2007, que ela realmente começou a tratar melhor a doença. Durante esses 20 anos, que Cláudia Rodrigues possui a patologia de Esclerose Múltipla, ela já passou por dificuldades, como por exemplo uma situação que ela teve herpes na face e dificultou sua fala.

 

No mês de janeiro de 2020, ela caiu em casa, bateu a cabeça em função de uma convulsão e teve que ficar internada vários dias no hospital. Lembrando que Cláudia Rodrigues tem uma filha chamada Iza e já foi casada entre os anos de 2000 a 2004 com Brent Hieatt. Cláudia está com 48 anos.

PUBLICIDADE

 

A última novidade de Cláudia foi sobre sua comunhão. Na igreja Imaculada Coração de Maria, Cláudia Rodrigues e sua filha Iza, com 17 anos, receberam a sua primeira comunhão. A igreja é católica e se localiza em Curitiba.

PUBLICIDADE

 

A madrinha da comunhão, escolhida da Cláudia Rodrigues, foi a sua assessora que se chama Adriane Bonato. Nesta cerimônia na igreja, esteve presentes familiares e amigos de Cláudia Rodrigues.

 

Cláudia Rodrigues participou da comunhão, na cadeira de rodas em função da sua dificuldade para se movimentar por conta da doença Esclerose Múltipla. O padre que ministrou a cerimônia foi Nilton Boni.

PUBLICIDADE

Escrito por Bior Sima

Colunista de notícias atuais / recentes, bem como matérias diversas: saúde, culinária, maternas, espiritual, casa, política.