PUBLICIDADE

Empresário perde a vida em bloqueio bolsonarista após bater contra carreta sem sinalização

Irmã criticou ação dos apoiadores do presidente.

PUBLICIDADE

Os bloqueios bolsonaristas contestando o resultado das urnas podem ser responsabilizados pela primeira morte, pelo menos o bloqueio realizado no Trevo do Lagarto, em Várzea Grande (MT).

Segundo informações das autoridades, o empresário Osmar Wichoki, 56, perdeu a vida após bater de frente com uma carreta usada para bloqueio na via. Osmar voltava do trabalho e morreu no local.

Quando a batida foi identificada, Corpo de Bombeiros e a própria PRF foram acionados. Osmar se encontrava preso as ferragens quando chegaram as autoridades. Osmar chegou a ser socorrido, mas sofreu uma parada cardíaca e morreu no local.

Ainda de acordo com as informações, chovia no momento da batida. As autoridades acreditam que o empresário não tenha visto a carreta devido a falta de visibilidade. Pelas redes sociais, a irmã de Osmar criticou a ação dos bolsonaristas.

PUBLICIDADE