Mãe da primeira vítima mortal de Covid-19 lamenta:”Coisa mais triste não poder ir ao enterro e dar o último adeus a um filho”

Infelizmente com a pandemia que estamos passando, as pessoas ainda estão sofrendo mais quando se trata de enterrar os seus entes queridos.

PUBLICIDADE

O caso dessa mãe, vai lhe partir o coração. Nesta sábado à noite, a primeira vítima fatal do Covid-19, no Brasil foi quando entrou num carro com o seu irmão para se dirigir até ao hospital, que fica um pouco mais de 500 metros de casa, tudo isso porque não se estava a sentir muito bem.

A vítima tinha sintomas de tosse, dores no corpo e também alguns efeitos de inchaço nas pernas devido a uma trombose que teve pelo à dois anos.

PUBLICIDADE

Além desses problemas, tinha ainda problemas de visão, por ser uma pessoa de risco com diabetes, era porteiro e devido aos fatores de saúde largou a sua profissão, se aposentando aos 62 anos do lugar onde trabalhava, na região central de SP, onde tinha pelo menos 1 ano e meio.

Além de todo o seu histórico de saúde, ele sofria de outros problemas, relacionados à saúde, então era uma pessoa de alto risco com o Convid-19. O homem residia ainda com os seus pais, já idosos de 82 e 83 anos, e ainda mais duas irmas com idades próximas à sua.

PUBLICIDADE

Mas o mais triste ainda além da morte de perder um filho, e não poder estar presente no seu último adeus e não poder fazer nada de nada. A situação atualmente do país e do mundo está crítica, muito difícil, Vamos até onde a gente perder as forcas e não aguentar mais nada, desabafa a mãe em lágrimas, horas antes de ser internada.

Além disso, ele ainda referia ter dores no corpo e mantinha a boca muito seca.”No mesmo dia que o meu filho foi daqui e se dirigiu ao pronto-socorro, falei que ele colocasse a mão dele e pegasse na mão de Deus e seguisse.Sem Deus a gente não é nada.

PUBLICIDADE

De imediato o filho buscou atendimento, num plano de saúde privado e com todas as entidades especializadas a atendimento de idosos.

Logo ao chegar a unidade hospitalar, ele sofreu de um desconforto respiratório. Ainda na madrugada do último domingo, ele foi internado de imediato na UTI, e entubado.A família foi informada sobre a gravidade do utente, no decorrer do dia. Seu óbito foi dado às 11h25 de segunda-feira 16. Sendo a primeira vitima registrada oficial de morte sobre o coronavírus no Brasil.

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!