“Mamãe, eu não quero morrer. Eu sou novo demais” foi a última frase de um menino ucraniano de 6 anos momentos antes de ser atingido

A morte do pequeno teria acontecido no dia 26 de fevereiro e sua mãe Anna Chechelnytska, falou sobre os momentos vividos pela família.

PUBLICIDADE

Uma criança de 6 anos disse para sua mãe que não queria morrer porque era nova demais, momentos depois o pequeno Maxym Franko, estava morto.

A família tentava fugir do bairro onde mora na cidade satélite que se tornou linha de frente na guerra da Rússia contra a Ucrânia, quando a criança foi atingida e não resistiu.

PUBLICIDADE

A morte do pequeno teria acontecido no dia 26 de fevereiro e sua mãe Anna Chechelnytska, falou sobre os momentos vividos pela família e caracterizam esses momentos como momentos de terror. Eles foram atingidos sem nenhuma razão por muitos disparos de artilharia pesada à queima-roupa.

A mãe disse que ela tem dois filhos, o pequeno Maxyn de 6 anos que morreu e Alina de 13 anos, os dois eram frutos de dois casamentos que não deram certo e eles haviam sido convidados pelo primo dela para ficar em sua casa em outro bairro.

PUBLICIDADE

As crianças estavam extremamente assustadas e as duas famílias então resolveram deixar a cidade para ir para casa de parentes que ficava no oeste da Ucrânia, eles pegaram um carro da família seis pessoas estavam no veículo.

O pequeno Maxyn levou seu hamster e seu gato branco sentado no banco de trás. Foi quando ao passar por uma estrada o carro ficou na mira da artilharia pesada.

PUBLICIDADE

O motorista morreu na hora, a mãe das crianças levou um tiro na orelha e quando olhou seu filho havia morrido, os bichinhos que ele levava carinhosamente haviam fugido quando a porta do carro se abriu.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.