Médica de 29 anos que atuava na linha de frente de combate a Covid-19 morre depois de ficar um mês internada vítima da doença que tanto combateu

Em nota a prefeitura de Campo Verde, disse que a médica fazia parte da linha de frente ao combate à covid-19 no município.

PUBLICIDADE

Monique Silva Batista de 29 anos é médica estava na frente do combate a covid-19 e morreu vítima das complicações causadas pelo novo coronavírus.

O caso aconteceu nesta última segunda-feira (10) na cidade de Cuiabá, Monique estava internada a 30 dias na unidade de terapia intensiva do hospital Amecor em Mato Grosso.

PUBLICIDADE

Segundo informações de amigos de trabalho, a médica nasceu em Uberaba Minas Gerais, se formou na Universidade Federal do Mato Grosso, ela tinha asma, estava a um ano no hospital Coração de Jesus e também atendia em postos de saúde na zona rural de Campo Verde.

Em nota a prefeitura de Campo Verde, disse que a médica faz parte da linha de frente ao combate à covid-19 no município.

PUBLICIDADE

A médica trabalhava no hospital e também nos postos de saúde atendendo vários tipos de ocorrência, principalmente pessoas que apresentam sintomas do novo coronavírus.

A médica Monique Silva Batista faleceu aos 29 anos e deixa a família e o noivo Artur Varmeling.

PUBLICIDADE

A secretaria Estadual de Saúde notificou que o Mato Grosso Já possui mais de 65 mil casos confirmados de covid-19, já foram registrados mais de 2.200 óbitos em decorrência das complicações da doença e 57 morte nas últimas 24 horas.

Entre os casos descartados, suspeitos e confirmados de covid-19, à 296 internações em UTIs, 269 enfermarias e a taxa de ocupação está em 76% em UTIs, 30% enfermarias, os municípios com maiores casos de coronavírus estão em Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.