Luto, médico de 32 anos morre de covid-19 depois de postar em rede social: “Peguei essa doença fazendo o que amo cuidando dos meus pacientes com amor e dedicação”

O médico fez uma última postagem antes de ir para a UTI e não mais voltar.

PUBLICIDADE

No último sábado (8) o médico Lucas Pires Augusto de 32 anos, morreu em decorrência da covid-19, ele participou da separação das gêmeas siamesas em Ribeirão Preto, Lucas deixa esposa e dois filhos.

Antes do médico ser internado ele publicou nas redes sociais que estava indo para a UTI, pois o seu quadro de saúde agravou muito devido a covid-19, disse que iria ficar incomunicável e pediu a oração dos amigos e parentes.

PUBLICIDADE

Lucas disse que trabalha no que ama, é um médico e ele pegou essa doença fazendo o que mais gosta, cuidando de pacientes e atendendo com todo amor e dedicação na sua profissão.

Disse que não se arrepende faria tudo outra vez, mas sabe que Deus é soberano em todas as coisas, os caminhos de Deus e os propósitos de Deus são perfeitos sempre justos até o fim, citou RM 8:28 que diz que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.

PUBLICIDADE

Em nota o Conselho Regional de Medicina do Pará, falou sobre o falecimento do médico. Lucas Pires Augusto foi formado na Universidade Federal do Paraná, especializado em Neurologia, deixou esposa e dois filhos.

A médica Valéria Cristina Scavasini, publicou nas redes sociais uma mensagem que emocionou a família de Lucas Pires, um trecho da mensagem dizia que ele agora está pertinho de Deus e partiu sendo um herói, amando a profissão perdeu a própria vida.

PUBLICIDADE

O médico fez parte da equipe que separou as gêmeas Maria Isabela e Maria Isadora.

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.