Ministro da saúde reconhece que a situação da Covid-19 no Brasil está se agravando e é preocupante

Diante da pandemia assustadora muitos prefeitos já tem visto e sofrido seus devastadores efeitos.

PUBLICIDADE

O coronavírus chegou para desestabilizar vidas e o mundo todo, um inimigo invisível que tem assolado e arrasado famílias inteiras, trazendo choro e dor, separando pessoas que se amam através da dor da pior separação que existe: a morte.

O vírus já fez diversas vítimas no Brasil e tem preocupado a muitos, diante da pandemia assustadora muitos prefeitos já tem visto e sofrido seus devastadores efeitos.

O novo ministro da saúde Nelson Teich disse na última terça-feira (28) que a situação da Covid-19 no Brasil está se agravando. Essa avaliação veio depois do país registrar um recorde com quase 474 mortes confirmadas em um período de 24 horas.

O Brasil com esse número de 5.017 óbitos conseguiu ultrapassar a China que teve um total de 4.643 mortes por coronavirus. Diante desse fato o novo ministro da saúde disse que está claro que esse número está crescendo e isso é um problema.

PUBLICIDADE

O ministro Teich disse que algumas localidades do país estão enfrentando dificuldades maiores do que em outros e entre esses locais estão os estados do Manaus, Recife e, Rio de Janeiro e em São Paulo.