Mulher é deixada acorrentada em passarela do terminal BRT no Rio, polícia investiga o caso

A polícia ouviu novamente ao longo do dia a mulher que foi encontrada acorrentada na passarela do terminal BRT Alvorada, na Avenida Ayrton Senna,

PUBLICIDADE

A polícia militar ouviu o logo do dia a mulher que foi encontrada acorrentada na passarela do terminal BRT da Alvorada próximo Avenida Ayrton Senna no bairro da Barra da Tijuca.

O caso aconteceu na última quarta-feira (24), os policiais receberam a denúncia foram até o local para retirar a mulher que estava presa.

PUBLICIDADE

Na noite do mesmo dia na quarta-feira os policiais analisaram a imagem de câmeras de segurança da região para descobrir o que havia acontecido.

A delegacia de Atendimento à Mulher do Jaraguá informou que o suspeito de ter praticado o crime contra mulher acorrentando ela na passarela é o ex-marido, mas até o momento ele não havia sido encontrado.

PUBLICIDADE

De acordo com a assessoria da Polícia Militar que encontrou na mulher presa, eles receberam uma denúncia e foram até o local mas quando chegaram os bombeiros já estavam trabalhando para retirar a mulher.

A vítima chegou a ser encaminhada para o 16º DP da Barra da Tijuca para ser ouvida prestou depoimento e foi registrado a ocorrência no Deam.

PUBLICIDADE

Foi perguntado ao delegado o que a mulher havia dito na delegacia sobre o motivo do ex-marido ter acorrentado ela naquele local mas a polícia não quis falar sobre o assunto até que o homem fosse encontrado e ouvido na delegacia.

Parentes da vítima não sabem dizer o motivo do ex-marido deixar a mulher acorrentada na grade, mas certamente foi um ato de covardia.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.