Mulher implora para fazer as unhas e depois que foi atendida pela manicure revelou que estava infectada com Covid-19 causando revolta

Taylor disse que a cliente sabia que ela tem uma saúde debilitada, comprometida e não pode estar exposta a doença.

PUBLICIDADE

Uma cliente de um salão de beleza em Washington nos Estados Unidos estava desesperada para fazer as unhas, ela foi até a manicure que perguntou se ela estava com alguns sintomas da covid-19, ela negou está com a doença ou qualquer sintoma.

A profissional fez as unhas da cliente e depois recebeu no celular uma mensagem da cliente contando a verdade, o caso causou revolta em multidões de pessoas ao redor do mundo, pela atitude dessa cliente do salão como um ato de irresponsabilidade.

PUBLICIDADE

Em uma mensagem enviada para Taylor a manicure, a cliente dizia que não deveria ter ido, mas estava precisando de fazer as unhas, mas estava se sentindo muito mal pelo que ela fez, foi diagnosticada com o vírus há 2 dias e pediu para Taylor por favor ficar em quarentena.

Os profissionais do salão perguntaram para a cliente se ela apresentava alguns sintomas e ela deu resposta negativa, depois de fazer as unhas ela confessou a verdade, a manicure respondeu a mensagem e disse que se soubesse que ela estava infectada não teria feito as unhas.

PUBLICIDADE

Taylor disse que a cliente sabia que ela tem uma saúde debilitada, comprometida e não pode estar exposta a doença.

A cliente tentou justificar que queria muito sair, as unhas estavam feias e precisava muito das unhas feitas.

PUBLICIDADE

Taylor publicou nas redes sociais para proteger outros profissionais de beleza, para não passarem por essa situação que ela está passando, que todos devem se proteger e ela aprendeu isso da pior maneira, a cliente foi denunciada e cabe agora as autoridades competentes disse Taylor.

 

Via: msn.com

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.