Padre pede afastamento após postar nude por engano e diz que deu uma ‘rapidinha’

O padre ainda disse não gostar de ter que se abster, referindo-se a parte afetiva

PUBLICIDADE

Um padre português acabou passando por uma polemica que fez com que ele pedisse o afastamento da Igreja Católica, Júlio Santos tem 58 anos e publicou em suas redes sociais uma foto em que aparece mostrando mais do que deveria. Em uma nova publicação ele ainda diz que a foto foi tirada por uma “loirinha”.

O padre disse que as pessoas são muito curiosas, e ao verem a foto ficaram loucas para saber como havia sido tirada, ele então disse que foi uma loirinha e que ele havia dado uma rapidinha, gerando então uma polemica muito maior.

Após o tumulto causado com a publicação da sua foto o padre veio a mídia e disse ser uma pessoa “danada”, mas a imagem não foi publicada de propósito. O religioso ainda afirmou que nunca foi santo e não vai mudar, segundo ele sempre gostou muito disso, e disse também que a moça em questão era muito bonita, ele teve relação com ela sim e foi de forma casual.

O maior espanto para os fiéis da igreja católica foi devido ao celibato exigido aos padres, sendo uma religião tradicionalista e de costumes conservadores, segundo o padre Júlio, ter que abrir mão da afetividade é impossível e ele nunca faria isso.

PUBLICIDADE