PUBLICIDADE

Para salvar empregos, texto base é aprovado na Câmara e prevê suspensão de contratos e o corte de jornada e o salário

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (28) o texto-base da medida provisória que prevê a suspensão de contratos de trabalho e também o corte de jornada e salário

PUBLICIDADE

Foi aprovado nesta quinta-feira dia 28, pela câmara dos deputados, o texto-base da medida Provisória que prevê corte de jornada e salário de trabalhadores e suspensão de contratos de trabalhos.

Esta medida é para socorrer as empresas e evitar assim as demissões, embora o texto-base foi aprovado, deputados precisam realizar sugestões de mudanças no projeto, a proposta seguirá para o Senado, havendo alterações retorna para câmera antes de seguir para sanção, ou que o presidente vete a emenda.

O Deputado Orlando Silva do PCdoB São Paulo, relator do texto, amenizou o texto para conseguir aprovação da proposta, também deu prazo para que prorrogue até o fim da calamidade pública previsto para 31 de dezembro.

De acordo com o texto, o corte da jornada diminui o salário em 25, 50 e 70%, isso por três meses, também é permitido a suspensão de contratos por dois meses.

PUBLICIDADE