Suspeito de ter matado PM em loja de departamento em Mesquita é preso

Ao tentar impedir um assalto em uma loja no centro da cidade, o cabo acabou morto

PUBLICIDADE

Através do perfil oficial da PM no Twitter, foi anunciado neste último domingo (6) que um homem foi preso, e de acordo a corporação, este estaria sendo acusado de ter matado a tiros o cabo Derinalto Cardoso do Santos, no momento em que ocorria um assalto  uma loja Casa & Vide, na cidade de Mesquita, na Baixada Fluminense. O fato ocorreu na sexta-feira (4).

PUBLICIDADE

Além do homem dado como suspeito de ter atirado no cabo, também foi preso um outro, acusado de ter dado cobertura ao criminoso. Ao fim da tarde, a PM publicou mais detalhes a respeito do caso, onde falou da operação em questão que foi responsável pelas prisões que aconteceram neste domingo.

A ação foi executada pelas equipes formadas da Subsecretaria de Inteligência da Polícia Militar, do 14º BPM e do 2º Comando de Policiamento de Área. A operação executada pelas autoridades em questão, também contou com o apoio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP).

PUBLICIDADE

De acordo com o que foi relatado pela PM, com posse dos dados obtidos pela inteligência, os policiais conseguiram localizar os criminosos e os prenderam em um imóvel localizado na Vila Kennedy, na Zona Oeste da cidade do Rio.

O corpo do policial morto nesta última sexta-feira, foi enterrado no sábado (5) o cemitério Jardim da Saudade, localizado em Sulacap, na Zona Oeste do Rio. Na sexta-feira (4) Johnny Silva Quirino da Cruz foi preso como sendo um dos suspeitos de ter participado do assalto que acabou resultando na morte do cabo da PM. O caso passou a ser da 54º  DP.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.