Uma esperança para o Brasil contra o coronavirus, novo tratamento de “Plasma”

Estratégia reduziu em 50% taxa de mortalidade da gripe espanhola em 1918

PUBLICIDADE

 

Os pesquisadores vão trabalhar com pacientes que se contaminaram com o novo coronavirus e já estão curados, o grupo é composto por pelo menos 60 pessoas, as primeiras coletas em São Paulo devem acontecer ainda nesta semana.

O professor Vanderson Rocha diretor da fundação pró-sangue do hospital das clínicas, disse que a pesquisa ainda não começou mas que foi aprovada e ainda tem alguns pontos em discussão sobre a coleta dos pacientes que saíram da infecção e teria uma lista de 60 a 80 pessoas que poderiam ser doadoras lá.

PUBLICIDADE

Mas essas pessoas tem que preencher os critérios da doação questão, ter mais de 18 anos de preferência homens ou mulheres não grávidas é que tenham boa saúde, exames negativos para doenças infecciosas e que já esteja a 14 dias curado do covid 19  e sem nenhum sintoma do vírus, como febre ,tosse, espirro e dores no corpo.