Acusado de ter assassinado um homem a facadas por causa de dívidas é condenado a 25 anos

O assassino que matou um homem com 25 facadas foi condenado a 25 anos de reclusão

PUBLICIDADE

Júlio César Ribeiro Gomes que é réu, conhecido como Juliano. O tribunal do júri da oitava vara criminal da cidade de Maceió condenou juliano a 25 anos de reclusão por conta de ter assassinado com 25 facadas a vítima Josuel Amaro dos Santos depois de uma discussão por causa de uma dívida.

Este julgamento foi feito pelo juiz Jonh Silas da Silva.

PUBLICIDADE

Como diz os autos, este crime aconteceu no abril de 2016 no local de Complexo Benedito Bentes. Nesta ocasião, a vítima, o acusado e também mais duas pessoas que participavam de uma festinha quando Júlio César começou a provocar o Josuel chamando ele de ‘enrolão’.

Durante esta discussão, o acusado sacou uma faca e fez vários golpes na vítima.

PUBLICIDADE

Depois do homicídio, o acusado acabou sendo preso por uma guarnição de Radiopatrulha bem no momento que estava tentando vender a moto da vítima que tinha feito por 400 reais.

Durante este julgamento, o réu acabou sendo sentenciado a 21 anos, 10 meses e uns 15 dias por conta de homicídio qualificado, ficaria um ano e nove meses no cárcere privado e também 1 ano e 9 meses e quinze dias por furto simples. A pena no total foi apaixonadamente 25 anos de reclusão, que será cumprida em um Regime inicialmente fechado. O acusado não vai poder recorrer a liberdade.

PUBLICIDADE

Em seu depoimento, o acusado confessou o crime, mas negou que manteve as vítimas em um cárcere privado, ele afirmou que também usou a moto da vítima apenas para a sua fuga.

Depois de aplicar a dosimetria da sua pena, o juiz chamou a atenção para os efeitos que foram causados por conta do assassinato, e mostrou provas contra o réu.

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.