Anitta afronta os cristãos ao gravar clipe de música na porta de igreja com roupa símbolo do movimento LGBT

a cantora usou um vestido com as cores do movimento LGBT.

PUBLICIDADE

Anitta causou na manhã da última quinta-feira (13) quando passou pelo Pelourinho em Salvador na Bahia.

A passagem da cantora por lá foi cheia de polêmicas e muito movimentada, primeiro foi o caso de uma senhora que acusou a cantora de ter empurrado uma criança.

Tudo aconteceu no momento em que a Rede Record transmitiu uma reportagem e a mulher disse que não havia gostado da forma como Anitta empurrou a criança. O repórter até tentou contornar a situação dizendo que não empurrou, mas a mulher insistiu dizendo que empurrou sim e que todo mundo viu.

Outro fato que também chamou a atenção foi a filmagem do clipe da música “Me gusta” onde a cantora esbanjou sensualidade e usou roupas que chamaram muita atenção como figurinos que foram desde calça e blazer de onça a um maior fio dental.

PUBLICIDADE

Mas a maior de todas as polêmicas foi o fato de Anitta gravar uma das cenas do clipe na escadaria de uma igreja. A igreja escolhida pela cantora foi a igreja do Santíssimo Sacramento do Passo e exatamente na porta do templo Cristão a cantora escolheu um vestido colorido na cor símbolo do movimento LGBT.