Após flexibilizar quarentena São Paulo bate recorde de casos e mortes por COVID-19

SP teve 327 mortes e 6.999 novos casos em 24h, maiores números desde o início da pandemia. Taxa de ocupação de UTI subiu para 73,5% no estado e 85,3% na Grande São Paulo em relação à segunda-feira (1º); isolamento social caiu 4 pontos percentuais.

PUBLICIDADE

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde, em apenas 24 horas São Paulo teve 327 mortes de 6.999 casos novos, esses são os maiores números desde o início da pandemia.

A secretaria de saúde informou que nas UTI a taxa de ocupação subiu para 73,5% e o isolamento social caiu quatro pontos percentuais.

PUBLICIDADE

Foi registrado no Estado de São Paulo 327 novas mortes causados pelo novo coronavírus neste dia 2 de junho, desde o início da pandemia este é o número mais alto, foi registrado 6.999 novos casos que são confirmados com o novo coronavírus.

Até o momento o estado registrou 7.994 mortes causadas pelo novo coronavírus e os casos   confirmados com a doença chegou a 118.296 casos, não quer dizer que esse número de infecção aconteça de um dia para o outro, por que o balanço é realizado no sistema, são os casos informados a secretaria de saúde.

PUBLICIDADE

A partir do dia 2 começou a flexibilização da quarentena, significa que foi permitia a reabertura de alguns setores em determinadas regiões do Estado, o recorde de confirmações da doença aconteceu no dia 28 de abril, foram 6.382 casos logo após o anúncio da   flexibilização da quarentena.

O comitê de Saúde de São Paulo em coletiva de imprensa no palácio dos Bandeirantes, declarou que o avanço dos casos deve ser a quantidade de testes realizados no estado, de acordo com o governo de São Paulo apesar das mortes estarem subindo a epidemia tem andado mais devagar.

PUBLICIDADE

Disse que a internação está reduzindo mesmo com o número de casos estando aumentando, o aumento se deve pela testagem, estão realizando mais testes, foi o que declarou a secretaria de desenvolvimento econômico.

O total de pessoas internadas atualmente são de 11.940 pacientes, mais de 7.000 estão nas enfermarias e mais de 4.000 estão nas úteis, as altas hospitalares subiram para 22.265.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Marcos Antonio Martins

Marcos Martins, é mineiro da gema, nasceu no dia 30 de abril 1975, tem dois filhos lindos que não sabe se parece com ele ou com sua esposa, é cheio de defeitos, mas as qualidades são perceptíveis.