Após ser presa por querer amamentar, policial cogita pedir exoneração e sair da PM

A policial Tatiane Alves cogita sair da Polícia Militar depois que denunciou uma irregularidade na corporação. Ela foi presa porque não quis extrapolar o horário de trabalho, pois precisava amamentar o filho de 2 anos.

PUBLICIDADE

Tatiane Alves é policial militar mas cogita sair da Corporação após denunciar uma irregularidade na PM.

Tatiane foi presa porque não quis extrapolar o horário de trabalho pois precisava amamentar o filho de 2 anos.

PUBLICIDADE

Em entrevista ela disse que está pensando em pedir exoneração e deixar de vez a polícia militar.

Tatiane conta que sempre quis se tornar policial militar mas após passar por essa situação todo o amor caiu pelo chão, ela disse que não tem condições de voltar ao trabalho está pensando em sair, a família já quer que ela saia e a família vem em primeiro lugar.

PUBLICIDADE

A situação que passou em que ela foi colocada é algo absurdo e por isso está pensando que a melhor situação é sair, ela é formada em administração de empresa e certamente vai arrumar um novo emprego e ficar livre disso.

A confusão aconteceu na última semana quando o comandante pediu para que ela ficasse em um outro horário de escala e disse que era obrigada a fazer isso não podia voltar para casa, mas ela precisava retornar para amamentar o filho.

PUBLICIDADE

O Comandante não entendeu e deu voz de prisão para Tatiane por desobediência, ficou presa 24 horas no alojamento, no dia seguinte saiu o alvará de defesa, Tatiane diz que estuda direito faz segurança pública e irá usar os benefícios da utilização da polícia e arrumar um novo emprego e continuar sua vida, mas não pode conformar com um exagero como esse, é abuso de autoridade e não precisa passar por isso, a família em primeiro lugar.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.