Arma encontrada na casa de Flordelis foi usada no dia em que Anderson foi assassinado

A pistola 9mm foi encontrada no quarto de Flávio, um dos filhos da deputada que se encontra preso por ter participado do crime

PUBLICIDADE

De acordo com os dados obtidos a partir de um exame de confronto balístico, a arma encontrada na casa da deputada federal Flordelis foi utilizada na morte do seu marido, o pastor Anderson do Carmo, que completa um mês nessa terça-feira (16). O celular do pastor, considerado uma prova fundamental para a solução do crime, ainda não foi encontrado.

A perícia foi realizada pelo Instituto Ccarlos Éboli e os seus resultados confirmam a análise preliminar realizada pelos investigadores da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e  Itaboraí (DHNSGI), localizada na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

PUBLICIDADE

A arma em questão, uma pistola 9mm, foi encontrada no quarto de Flávio, um dos filhos da deputada, que se encontra preso na DHNSGI devido ao seu possível envolvimento com a morte do pastor Anderson. Lucas, outro filho da deputada, também se encontra preso sob a acusação de ter participação no crime.

PUBLICIDADE

No presente momento, os investigadores estão aguardando uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) a respeito de quem deve prosseguir com a investigação relacionada a Flordelis. O objetivo dessa investigação é determinar se existem indícios de que a morte de Anderson foi motivada por razões ligadas à política.

Somente após a determinação da Corte será possível realizar avanços na investigação do caso. A cópia do inquérito ligado ao crime foi enviada no dia 28 de junho ao Ministério Público do Rio de Janeiro.Além da arma, também foi encontrada uma pulseira de ouro pertencente a Anderson que havia desaparecido depois do crime. De acordo com informações fornecidas pelo Jornal Extra, a deputada federal estava usando a joia durante um culto, que aconteceu no último dia 4, no Ministério Flordelis, localizado em São Gonçalo. Tal fato também foi reportado pelo SBT.

PUBLICIDADE

Uma nota emitida pela assessoria de comunicação de Flordelis, afirmava que a casa da deputada passou por um processo de “rearrumação” interna, uma vez que quando Anderson faleceu, ela acabou ficando em grande desordem. Desse modo, após ser arrumada a casa, foi possível encontrar a pulseira do pastor. Entretanto, existem outros objetos perdidos do pastor e após a arrumação da casa, nenhum deles foi encontrado.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Pedro Henrique

Amo escrever sobre todo o tipo de assunto, notícias e atualidades são minha paixão. Contato: [email protected]