Atos contra Bolsonaro reúne poucos manifestantes mas assunto lidera Twitter

Protestos, previstos em 305 cidades de todos os Estados e do Distrito Federal, além de 18 países, foram articulados por nove partidos

PUBLICIDADE

Neste sábado (2) de outubro houve diversas manifestações contra o Presidente da República Jair Bolsonaro e já é um dos assuntos mais comentados no Twitter.

Os manifestantes de diversas cidades estão sendo liderados por partidos que tem organizado os atos contra Bolsonaro.

PUBLICIDADE

As manifestações tem criticado a alta inflação, o desemprego e a fome, foi previsto que 305 cidades teriam essas manifestações e os partidos o PT, PSOL, PCdoB, PDT, PSB e PV estariam liderando essas manifestações.

Na Avenida Paulista houve protestos trio elétricos, pessoas com faixas e relataram que todo esse evento foi custeado por vaquinha via pix, os próprios organizadores contribuíram para acontecer essa passeata.

PUBLICIDADE

Nas redes sociais muitos têm criticado o governo o preço do arroz, do feijão, da carne, da gasolina, os manifestantes foram para a rua para criticar a política de Bolsonaro não era muitas pessoas reunidas, na verdade pouquíssimas pessoas em alguns pontos, pouco significa insignificantes na verdade.

Na Avenida Paulista havia um pouco mais de pessoas mas ainda assim poucas se reunindo no protesto, os manifestantes disseram que estavam nas ruas e estava sendo publicado também nas redes sociais.

PUBLICIDADE

Sobre tudo o que tem acontecido no Brasil e eles dizem que a culpa é de Bolsonaro mas é de se notar que são poucas pessoas nessas manifestações, muito aquém muito longe de se comparar com as manifestações a favor de Bolsonaro, principalmente no 7 de setembro.

 

Via: em.com.br

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.