Através de um post em rede social, filha reencontra a mãe e família biológica após 46 anos: ” Para mim tudo ainda é muito novo, encontrar minha mãe, meus irmãos”

Após o irmão, publicar que estaria em busca da irmã, o reencontro aconteceu.

PUBLICIDADE

Recentemente, Luciene de Aquino, foi convidada para participar num grupo “É divera”, num aplicativo de mensagens. Há cerca de duas semanas, já aos 46 anos de vida, o reencontro surgiu.

No mesmo grupo, encontra-se também a mãe e os seus irmãos, sobrinhos e os primos. Após fazer parte do grupo, tem interagido com todos que fazem parte do grupo, mas juntamente trás uma boa novidade, ao ser tratada por os restantes familiares, como filha, tia, prima, ou irmã.

PUBLICIDADE

Mas Luciene, entrou no grupo de família, no mesmo dia que os conheceu. Com a ajuda da tecnologia, Luciene pode estar em contacto com os familiares, e foi um ponto de partida para o encontro dela, com a sua família biológica.

O administrador, Joabe Garozi, de 33 anos procurava uma irmã, que nunca conheceu, mas sabia que ela existia. Já em Maceió, Luciene também andava a procura da sua família biológica, desde que soube que tinha sido adotada, pelos pais que a criaram.

PUBLICIDADE

Mas tudo aconteceu, depois que Joabe publicou um post, numa rede social, onde teve diversos compartilhamentos por outras pessoas, e um acabou por encontrar o outro.

Ainda no decorrer desse mês, irá decorrer o primeiro encontro. Onde também será realizado um teste de DNA, mas eles falam que apenas é por regra de formalidade e não de desconfiança.

PUBLICIDADE

Porque as informações de ambos os lados, coincidem,todos os detalhes bateram certo. Eles dizem que ambos são familiares, e o sangue é o mesmo.

“Esse momento é muito emocionante. Para mim tudo ainda é muito novo, encontrar minha mãe, meus irmãos…Já na primeira vez, sem mais dúvidas me chamarem tia (nesse mesmo grupo de família), fiquei muito emocionada. Aliás é muito emocionante”, conta Luciene.

“A ficha ainda não caiu. Mas já deu uma sensação de ocupação do vazio. É como se agora estivesse tudo completo.

Como tudo o que a gente estivesse precisando, tivesse voltado. Mas é uma sensação do coração completo, não fica mais aquela brecha. Parece que está sendo um sonho. Mas é difícil explicar”, acrescenta Joabe.

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!