PUBLICIDADE

Auxilio Emergencial não sacado da conta digital voltará para o governo

Com um prazo de 90 dias

PUBLICIDADE

O auxilio emergencial do governo federal de R$600 foi criado afim de ajudar as pessoas mais necessitadas em meio a esta crise que o novo coronavirus trouxe ao país. No entanto, as pessoas que recebem por meio das contas digitais da Caixa Econômica Federal, se não forem sacados em um prazo de 90 dias, voltarão aos cofres do governo.

De acordo com o Ministerio da Economia, isso somente ira ocorrer às pessoas que depositarem o beneficio na conta poupança digital da Caixa. As pessoas que recebem por essa modalidade, devem sacar o dinheiro ou transferir para uma outra conta bancaria já pré existente.

Esse procedimento tem semelhança aos benefícios da Previdência Social, que caso não sejam retirados da conta, são estornados ao Tesouro Nacional, de acordo com o Ministério. Essa regra não se aplica as pessoas que optaram por receber diretamente em outra instituição financeira.

Para aqueles que não conseguirem fazer a transferência do dinheiro através do aplicativo Caixa TEM, esses poderão sacar o beneficio em espécie nas casas lotéricas ou nas próprias agencias da Caixa, de acordo com o horário de funcionamento nas localidades.

PUBLICIDADE

O saque da primeira parcela começou no dia 27 de abril, e ira se estender ate o dia 5 de maio, de acordo com o mês de nascimento do beneficiário. Para isto, a pessoa que for na agencia realizar o saque precisa emitir um código através do aplicativo, já que não têm a utilização do cartão.