Bolsonaro contraria Teich e recomenda o uso da Cloroquina

Os estudos não apresentam eficacia no medicamento

PUBLICIDADE

Depois do ministro da saúde, Nelson Teich, ter feito um alerta sobre os riscos do uso do medicamento cloroquina no tratamento do novo coronavírus, o atual presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, fez um comunicado em defesa do medicamento no dia 12 de maio, quarta-feira, e ainda disse que os ministros que estão em seu governo devem estar em “sintonia” com ele.

O presidente foi questionado pelos jornalistas, no Palácio da Alvorada, sobre o posicionamento adotado pelo ministro da saúde.

PUBLICIDADE

O presidente então ressaltou que os ministros são indicações políticas feitas por ele.

Bolsonaro disse: “ Olha, os ministros, e falo de todos eles, tem que estar em sintonia comigo. Todos os ministros são minhas indicações políticas, e quando eu preciso conversar com eles, eu quero que eles tenham eficácia na ponta. Portanto, nesse caso daí, não é questão de gostar ou não do Teich, mas sim o que esta acontecendo no momento”.

PUBLICIDADE

Foram realizadas duas pesquisas internacionais, onde mais de 1.300 pacientes foram submetidos aos testes da cloroquina e mostraram que esse medicamento não tem eficácia no tratamento contra o covid-19.  O estudo ainda revelou que a taxa de mortalidade do medicamento é semelhante daqueles que não tomaram ele.

Desde as primeiras aparições da nova doença no Brasil, o presidente vem defendendo e recomendando o uso da cloroquina como uma alternativa para combater a doença. Ele foi desenvolvido para ser utilizado no tratamento de malaria. Nenhuma evidencia cientifica foi apontada com eficácia nos casos de pessoas infectadas com o covid-19.

PUBLICIDADE

O ministro da saúde, Teich, postou em sua conta através do Twitter, que o medicamento da cloroquina apresenta severos efeitos colaterais, causando ate complicações cardíacas e que para receitar o medicamento, deve ser feito em comum acordo entre médico e paciente.

E somente deve ser utilizado em caso de prescrição, já que em algumas farmácias o medicamento já esta em falta pela desordem de comprar sem a necessidade.

 

PUBLICIDADE

Escrito por V Guimarães

Colunista de todos os assuntos, como tv, famosos, culinaria, medicina, filmes, series, saude, bem-estar, lazer. Gosto de todos os assuntos