Bolsonaro contraria Teich e recomenda o uso da Cloroquina

Os estudos não apresentam eficacia no medicamento

PUBLICIDADE

Depois do ministro da saúde, Nelson Teich, ter feito um alerta sobre os riscos do uso do medicamento cloroquina no tratamento do novo coronavírus, o atual presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, fez um comunicado em defesa do medicamento no dia 12 de maio, quarta-feira, e ainda disse que os ministros que estão em seu governo devem estar em “sintonia” com ele.

O presidente foi questionado pelos jornalistas, no Palácio da Alvorada, sobre o posicionamento adotado pelo ministro da saúde.

O presidente então ressaltou que os ministros são indicações políticas feitas por ele.

Bolsonaro disse: “ Olha, os ministros, e falo de todos eles, tem que estar em sintonia comigo. Todos os ministros são minhas indicações políticas, e quando eu preciso conversar com eles, eu quero que eles tenham eficácia na ponta. Portanto, nesse caso daí, não é questão de gostar ou não do Teich, mas sim o que esta acontecendo no momento”.

PUBLICIDADE