Bolsonaro ironiza as mortes por covid-19 e diz” Quem é de esquerda toma tubaína (refrigerante), e quem é de direita toma cloroquina”

Suas ações irresponsáveis vem deixando marcas na família brasileira.

PUBLICIDADE

O atual Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, nesta terça-feira 19 de maio, afirmou que o ministro interino da saúde, General Pazuello, irá assinar um novo protocolo que irá permitir a utilização da cloroquina nos pacientes que estão no estagio inicial da doença do coronavírus.

Durante uma live com o jornalista Magno Martins, o presidente tratou da pandemia com deboche, logo após o Brasil registrar mais de mil mortes em apenas um dia. “ O que é a democracia? Você não quer, então não faz. As pessoas não são obrigadas a tomar cloroquina. Aqueles que são de extrema direita, tomam cloroquina e quem é de esquerda, toma tubaína”.

Essa foi a frase ironizada por Bolsonaro através da entrevista. Tubaína se refere a uma marca de um refrigerante, mas a questão aqui é a ironia do presidente, onde ele ignora o que diz respeito aos médicos, e não aos pacientes, pois são eles quem avaliam o método de tratamento a ser seguido.