Bolsonaro revoga artigo que suspenderia o salário por quatro meses

Após uma grande repercussão negativa na web, o presidente revogou o artigo que havia divulgado no último domingo, 22 de março

PUBLICIDADE

Uma decisão a ser tomada pelo atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foi divulgada neste domingo, 22 de março, onde constava que o contrato de trabalho e o salário seria suspenso por pelo menos quatro meses.

Obviamente, os internautas e trabalhadores não reagiram bem ao comunicado, e a repercussão do assunto nas redes sociais foi terminantemente negativa.

No inicio da tarde desta segunda-feira, Bolsonaro anunciou em suas redes sociais que o artigo da MP (Medida provisória) foi revogado por ele, e que não haverá mais a suspensão do salário.

A repercussão nas redes sociais foi grande, porém, nem um pouco positiva. Um internauta chegou a fazer uma comparação do governo de Bolsonaro com o governo dos demais países, dizendo que lá fora eles haviam tomado medidas de cortes nas cobranças, ajudando as empresas e trabalhadores a se manterem nesse momento de crise durante a epidemia.

PUBLICIDADE