Câmara dos Deputados da Argentina aprova descriminalização do aborto

O projeto ainda precisará ser votado pelo Senado do país

PUBLICIDADE

Na última sexta-feira (11), a Câmara dos Deputados argentina aprovou um projeto de lei bastante controverso.

O texto em questão prevê a legalização do aborto. Entretanto, para que a aprovação seja efetivada, o projeto ainda precisará ser votado positivamente pelo Senado da Argentina.

PUBLICIDADE

De acordo com informações publicadas pelo site G1, até o presente momento essa segunda votação ainda não tem data para acontecer.

A aprovação, porém, aconteceu com uma ligeira folga: 131 votos favoráveis e 117 contrários. Ainda é possível contabilizar 6 parlamentares que se abstiveram de votar.

PUBLICIDADE

Ainda no ano de 2018, um projeto bastante similar a esse chegou a ser votado. Na ocasião, ele também passou pelos deputados argentinos. Entretanto, ao ser votado pelo Senado, ele acabou sendo rejeitado.

Porém, de acordo com o que foi publicado pelo G1, nesse primeiro momento a diferença de votos não havia sido tão expressiva. De encontro a isso, é possível destacar que 129 votos aa favor e 125 votos contrários.

PUBLICIDADE

Também se mostra importante destacar que antes da atual votação um debate e vários discursos a respeito do aborto chegaram a acontecer durante mais de 20 horas na Câmara dos Deputados.

Entretanto, fora do local, vários grupos favoráveis à legalização do aborto organizaram uma vigília do lado de fora da Câmara. Ela, por sua vez, chegou a se estender durante toda a madrugada.

Por fim, é possível destacar que o projeto foi enviado ao Congresso por Alberto Fernández, o presente. Porém, recebeu apoio de políticos que não fazem parte da base do governo.

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.