Casa de shows nega entrada à mulher trans e terá que pagar R$4 mil de indenização

A sentença saiu neste mês de janeiro e a mulher terá direito a uma indenização

PUBLICIDADE

Hoje em dia infelizmente ainda vivenciamos muitos casos de discriminação em toda a parte do país, seja por raça, cor, opção sexual e muitos outros motivos do tipo. Porém, a justiça está cada vez mais dura em relação à casos desta natureza, o que é de grande ajuda no combate da desigualdade.

Neste início de ano uma situação como esta veio à tona novamente. Tendo em vista que saiu uma decisão judicial, onde uma casa de shows foi condenada a pagar R$4 mil de indenização para uma mulher trans, por ter impedido a mesma de ingressar na casa.

A mulher alegou na época do fato que ao tentar entrar na casa de shows, alguns funcionários impediram a mesma de entrar devido a sua roupa ser inadequada para o local, muito provavelmente por a mesma ter optado por ser trans. Diante do fato a mesma resolveu procurar seus direitos junto à justiça, pedindo um ressarcimento de danos morais devido ao constrangimento que a mesma passou.

PUBLICIDADE

A casa de shows fica na cidade de Barra Bonita, São Paulo. E segundo os responsáveis, a regra da casa é de que certas vestimentas não podem ser usadas dentro do estabelecimento e que existe uma placa indicando tais situações. Porém, se a pessoa estiver vestindo alguns desses trajes, a casa tem roupas adequadas para emprestar para a pessoa.

A mulher trans e suas amigas que foram até o local ficaram apavoradas com a situação, inclusive as amigas são testemunhas do ocorrido, e relatam que além de barrarem a entrada da amiga, alguns funcionários faltaram com respeito com a mesmo devido a sua opção sexual.