Casal droga menina amiga de filhas e estupra em São Paulo

Vítima é amiga de filhas do casal e relatou não se lembrar exatamente o que aconteceu

PUBLICIDADE

Uma menina de 14 anos foi vítima de um estupro enquanto visitava duas amigas de escola, em São Vicente, no litoral de São Paulo. A polícia divulgou nesta quinta-feira (25) que os autores do crime forma os pais das meninas que a jovem visitava.

O casal havia combinado de dopar a menina antes para que pudesse atacar a garota. Os dois foram presos em flagrante pelo crime e agora irão responder por estupro de vulnerável.

Os suspeitos do crime foram identificados como sendo Marcílio Maximino, de 34 anos, e Luciana Cristina de 35 anos. Os dois moravam em uma casa localizada no Jardim Rio Branco.

Foi informado pelos policiais que a menina menor de idade era amiga das filhas do casal, e que acabou dormindo na casa nesta última terça-feira (24), após ter passado o dia no local estudando e brincando com as amigas.

PUBLICIDADE

A vítima acabou optando por dormir no local pela dificuldade de conseguir um transporte devido a hora para poder retornar para a sua casa. Ela então optou ficar no local. Na manhã seguinte as amigas foram para a escola, e a jovem pediu para a mulher chamar sua mãe. A suspeita no entanto pediu para que a menina ficasse para ajuda-la a arrumar a casa.

Em seu relato para a polícia, a menina contou que Luciana havia saído de casa por volta das 15h e retornou do supermercado onde ela comprou um refrigerante e ofereceu para a menina que tomou a bebida. Logo após ela conta que começou a se sentir meio grogue e com as pernas bambas.