Caso de morte de técnica de enfermagem em Florianópolis tem suspeitos e polícia colhe depoimentos

PUBLICIDADE

Yara Filomena Werner era uma mulher de 46 anos que foi encontrada infelizmente morta e seu corpo carbonizado em Florianópolis na última segunda-feira (04), a técnica em enfermagem estava desaparecida a alguns dias quando o corpo foi reconhecido através da análise de sua arcada dentária.

Yara estava desaparecida desde o dia 29 de março e a ocorrência foi registrada apenas dia 31, sua morte esta sendo investigada como homicídio, também foi constatado 30 boletins de ocorrência registrados relacionados a vítima, vale salientar que nem todos foram registrados por ela.

PUBLICIDADE

Os boletins de ocorrência constavam ameaça, agressão e até mesmo havia uma medida protetiva que foi solicitada por ela em 2018 contra seu então companheiro porem não foi dado prosseguimento por decisão da vítima.

O corpo estava em um matagal a margem da rodovia em um condomínio ainda não habitado no bairro de Itacoburi, um funcionário do local achou o corpo e ligou para polícia, o delegado não deu detalhes sobre os suspeitos porem disse que já existe uma linha de investigação e que familiares, e amigos estão sendo ouvidos.

PUBLICIDADE

Yara era casada e tinha três crianças uma menina de 7 anos e dois meninos de 12 e 14 anos sendo este ultimo portador de paralisia cerebral, amigos disseram que a técnica era uma mulher alegre e que era uma ótima mãe, a escola em que as crianças estudam também postaram em redes sociais uma homenagem.

 

Via: g1.globo.com

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Julia Carolina

Gosto sempre de trazer novidades e curiosidades para manter o publico informado no dia dia, sigo a linha de noticias infantis e voltadas ao publico materno, alem de receitas e remédios caseiros.