Cientistas Italianos criaram uma molécula capaz de impedir a proliferação do câncer de mama

Cientistas italianos, do Instituto do Câncer de Emília-Romanha, criaram uma molécula capaz de impedir a proliferação do câncer de mama, a chamada metástase. Eles conseguiram decifrar a “linguagem” que existe na molécula, entre as células cancerosas e o microambiente que as acolhe e com isso, bloquear os processos de expansão de tumores.

PUBLICIDADE

Cientistas italianos, criaram uma molécula chamada metástase que é capaz de impedir a proliferação do câncer de mama.

Os cientistas fazem parte do instituto de câncer de Emília-Romanha, eles conseguiram decifrar as moléculas que atuam entre as células cancerígenas e os microambientes que acolhem essa doença.

Com isso os cientistas conseguiram descobrir como o câncer se expande, foram realizados ainda em laboratórios e os anticorpos apresentaram resultados promissores.

Os estudos tiveram início em 2012, pesquisadores do centro de oncologia que estudavam tumores raros na cabeça e no pescoço, fizeram uma parceria com a American Methodist Hospital Research de Houston Texas e finalizar os estudos.

PUBLICIDADE

Os pesquisadores desenvolveram a molécula utilizando técnicas de engenharia biomédica, eles criaram anticorpo anticâncer.