Companhia aérea afirma que Bolsonaro não descumpriu nenhuma lei, ficou apenas 7 segundos sem máscara isso é permitido pois há possibilidade de alimentação no avião

A Azul salienta que o episódio sobre o uso incorreto da máscara teve uma duração mínima, sendo que até poderia se comparar às exceções temporárias ao uso de máscara, como por exemplo, a possibilidade de hidratação ou alimentação de idosos

PUBLICIDADE

A Companhia Aérea Azul confirmou que o presidente Jair Messias Bolsonaro ficou 7 segundos sem a máscara dentro da aeronave.

A empresa disse que as normas sanitárias são seguidas e todas as orientações a todas as pessoas para evitar o contágio da covid-19.

PUBLICIDADE

O episódio do presidente retirar a máscara por alguns segundos envolveu algumas críticas e várias publicações nas redes sociais, mas empresa se manifestou sobre o assunto e em nota disse que o presidente entrou usando máscara corretamente permaneceu todo tempo usando máscara.

Retirou por incríveis 7 segundos e colocou novamente se ele tivesse permanecido por mais tempo sem a máscara seria um procedimento fora de padrão, mas 7 Segundos não é considerado algo infrator ou algo errado.

PUBLICIDADE

Pois deve-se considerar que muitas pessoas fazem uso de remédio de alimentação dentro do avião e por isso precisa retirar a máscara, dessa forma ele não descumpriu nenhuma norma e nenhuma lei.

O episódio aconteceu no dia 11 desse mês, algumas pessoas uma ou duas vaiaram o presidente dentro do avião mas no aeroporto uma multidão de pessoas se reuniu para elogiar o presidente e está próximo dele.

PUBLICIDADE

O chefe do executivo foi recebido por milhares de pessoas que gritavam o seu nome, dentro do avião uma ou duas pessoas gritaram fora Bolsonaro, ele chega até a dizer que essas pessoas não deveriam estar viajando de avião mais de jegue.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.