Conheça o caso raro do jovem que entrou na puberdade com 2 anos de idade

Com 4 anos ele entrou no banheiro feminino com sua mãe e as mulheres começaram a gritar, pensando que era um adolescente que estava no banheiro feminino.

PUBLICIDADE

Entrar na puberdade para a maioria dos adolescentes é algo muito complicado devido a todas as mudanças que ocorrem no corpo, pelos que surgem em lugares estranhos e as terríveis oscilações de humor, mas imagine uma criança de 2 anos de idade passar por isso. Foi exatamente o que aconteceu com Patrick Burleigh.

A família de Patrick tem uma condição hereditária chamada de puberdade precoce e a condição é transmitida de homem para homem da família de Patrick em várias gerações,

PUBLICIDADE

A testotoxicose acontece por causa da mutação do Gene do receptor LH que nas mulheres causa a ovulação e nos homens a produção da testosterona, mas isso geralmente ocorre na adolescência que é chamada de puberdade.

Mas para quem sofre da condição hereditária rara entra na puberdade ainda criança. Quando o Patrick nasceu a família já sabia que o menino tinha 50% de chance de ter a condição e quando começaram a surgir pelos pubianos com apenas dois anos de idade a família já sabia o que era.

PUBLICIDADE

Hoje os jovens está com 34 anos e conta que com 3 anos de idade tinha níveis de testosterona  iguais ao de um adolescente de 14 anos.

O jovem contou que quando criança se sentia muito deslocado porque era muito maior do que os outros meninos de sua idade, pois o amadurecimento do seu corpo fazia que ele aos 5 anos se parecesse com um menino de 10 anos.

PUBLICIDADE

Na escola ele se sentia mal e nos outros lugares também e isso fez que a sua infância ficasse marcada. Ele se lembra de um episódio que ficou marcado em sua mente, quando tinha quatro anos sua mãe foi levá-lo a aula de natação e entrou com ele no banheiro feminino para trocar a roupa, quando as mulheres viram começaram a gritar com a mãe do menino pensando que ela teria levado uma adolescente de 14 anos para o banheiro feminino.

Mas na verdade o menino tinha apenas 4 anos de idade. O jovem disse que sua mãe explicou a condição rara que o filho tinha, mas as mulheres não acreditaram nela. Ele contou também que seu pai tinha a mesma condição, mas nunca o apoiou.

O pai teve uma infância muito difícil e não gostava de falar sobre isso, por isso deixou que o filho tivesse suas próprias experiências difíceis com a situação, nunca se sentou para conversar com ele.

Ele contou que com 12 anos o amadurecimento precoce do seu corpo foi controlado através dos medicamentos, mas até então ele viveu muitas coisas, com nove anos aprendeu a fumar e até teve envolvimento com drogas.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Pedro Henrique

Amo escrever sobre todo o tipo de assunto, notícias e atualidades são minha paixão. Contato: [email protected]