Corpo de PM desaparecido é encontrado em cemitério clandestino e detalhes são de arrepiar

O Policial Militar estava desaparecido desde o dia 12 de janeiro.

PUBLICIDADE

Neste sábado, dia 16 de janeiro o corpo do Policia Militar Bruno de Oliveira foi encontrado após receberem uma denúncia anônima que desvendou o mistério. O local citado fica no mangue de Cubatão, em São Paulo.

O soldado e policial estava desaparecido a cerca de 4 dias, na última terça-feira, dia 12 de janeiro, após ter saído de casa para ver um jogo de futebol. Bruno que tem 30 anos de idade, foi encontrado em um cemitério clandestino, onde a área é usada por uma facção criminosa.

PUBLICIDADE

Segundo informações dos PMs, o corpo do militar foi encontrado na área de mangue, da região de Ilha Bella, onde estava enterrado em uma cova muito rasa. O corpo apresentava marcas de tiro e estava com as mãos amarradas.

No ano de 2016, o corpo de um outro policial também fora encontrado no mesmo local, Anderson Rodrigues, tinha 43 anos de idade. Além do policial civil, outros três corpos também foram encontrados na mesma área.

PUBLICIDADE

Bruno Gibertoni residia em Praia Grande e trabalhava como soldado da Polcia Militar em So Bernardo do Campo Foto Reproduo Facebook

Desaparecimento

O policial foi visto pela última vez no dia 12 de janeiro, as 1h da manhã, quando estava saindo de um bar, onde tinha ido assistir um jogo de futebol com os amigos.

PUBLICIDADE

Segundo a mãe do militar, Samia, ela relata que o filho saiu mais cedo do local pois tinha que trabalhar às 5h45, a informação relatada pela mãe foi dada pelos primos da vítima, que também estavam com ele no bar.

Bruno de Oliveira Gibertoni de 30 anos foi encontrado morto em um cemitrio clandestino em Cubato SP Foto ReproduoFacebook

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redatora Nh

Escritora desde 2012. Sempre antenada nas redes sociais, por dentro das novidades, estudando e buscando o melhor para transmitir aos nossos leitores.