Covid-19 pode causar inflamação nos músculos piorando as dores crônicas e essas dores podem persistir até meses depois da infecção

Até o momento, os neurologistas não sabem quanto tempo a dor persiste após a cura da covid-19.

PUBLICIDADE

Coronavírus pode aumentar as dores crônicas e causar inflamações nos músculos, alguns pacientes que tratam da covid-19, permanecem sentindo dores mesmo após a cura.

Especialistas em dores crônicas, explicaram que há três tipos diferentes de dores, a dor após a infecção da covid-19 pode piorar uma dor que o paciente já possuía, o vírus inflama o músculo e os procedimentos necessários para o tratamento faz com que o paciente tenha dores maiores, como a sedação, internação e intubação.

PUBLICIDADE

Mais de 20% da população possui algum tipo de dor crônica, se contraírem o vírus podem ter a dor agravada, pode ser “fibromialgia”, uma dor muscular, “lombalgia”, uma dor lombar, “enxaqueca”, dor de cabeça.

Até o momento, os neurologistas não sabem quanto tempo a dor persiste após a cura da covid-19, mas afirmam que pode durar meses, o tratamento varia de acordo com cada paciente.

PUBLICIDADE

O tratamento é feito com fisioterapia, analgésicos e atividades físicas, muitos quando sentem dores pensam em ficar em repouso, isso faz piorar a dor os músculos precisam ser exercitados.

As dores neuropáticas são tratadas com medicamentos, dores musculares são tratadas com analgésicos, exercícios físicos, massagens, acupuntura, etc.

PUBLICIDADE

Segundo os especialistas, a ventosa é um procedimento dolorido e eficaz, se o paciente tem uma dor na mão e ele machucar o pé, a dor da mão some ou diminui, esses mecanismos correm para o outro local, é isso que acontece com a acupuntura também.

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.