Crise com Moro derruba bolsa e dólar bate recorde a R$5,53

Com a crise a Ibovespa passou a descolar dos rumos do exterior

PUBLICIDADE

Na contramão da maior parte dos pregões do ano, a Ibovespa voltou novamente a descolar dos rumos do exterior. A situação se iniciou nesta quinta-feira (23) após terem sido divulgados os rumores do pedido de demissão que foi feito pelo ministro da Justiça Sergio Moro.

O feito do ex-juiz antes de ter assumido o Planalto foi comandar a Operação Lava Jato, e agora com a eventual saída dele do cargo, um dos pilares do governo atual, e a figura com maior popularidade no Planalto, foi motivo para derrubar a Ibovespa, que até o momento operava e, alta, para um queda de mais de 2%.

 

Pela manhã o dólar já havia renomado o recorde que foi constado na véspera. Agora a perspectiva é de Selic mais baixa e menos moeda americana circulando no Brasil agora, que vem pressionando o seu preço em reais a subir.

PUBLICIDADE