Em 10 dias enterrei meu irmão, minha avó e minha mãe por causa do coronavirus, “meu coração sangra” diz jovem

O sofrimento da jovem foi tanto que ela expressou sua dor dizendo que seu coração está sangrando.

PUBLICIDADE

Marina Angélica Reversi é uma vendedora de 27 anos que viveu momentos terríveis por causa da pandemia de coronavirus.

Em apenas 10 dias ela perdeu todo o alicerce de sua família e teve que enterrar e lidar com a dor de perder o irmão, a avó e a mãe tudo isso em apenas 10 dias.

PUBLICIDADE

O sofrimento da jovem foi tanto que ela expressou sua dor dizendo que seu coração está sangrando. Marina é de Guapiaçu São Paulo.

Ela declarou que enterrou seu irmão, sua avó, e sua mãe sem poder sequer olhar para eles. As pessoas têm falado a ela que ela é forte e que ela é guerreira só que nem ela sabe explicar de onde tem vindo essa força e tem certeza que tudo isso vem de Deus.

PUBLICIDADE

Marina disse que acha que se Deus acha que ela é forte para carregar essa cruz então ela irá carregar e o que mais dói é a saudade que sente, ela disse que não se indignou com a situação e também não ficou brava com Deus pelo que aconteceu com ela e com sua família.

Marina disse que a primeira pessoa de sua família que sucumbiu ao coronavirus foi seu irmão Jaiel Reversi que tinha 29 anos. O jovem foi internado no hospital de Base de São José do Rio Preto em São Paulo ele morreu no dia 22 e foi internado com a doença no dia 18 de maio, o rapaz era hipertenso.

PUBLICIDADE

No momento do sepultamento do irmão de Marina sua mãe, Marlene Moreira dos Santos de 51 anos e sua avó Diva Marques Moreira dos Santos foram internadas com a doença. No sábado 30 a vó de Marina morreu. A mãe Marlene não resistiu a doença e morreu na madrugada da última segunda-feira (1). Uma dor que Marina não sabe explicar.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.