Em vilarejo na Rússia, homem espanca a própria noiva até a morte no dia do casamento

A motivação para o crime foi devido a uma crise de ciúmes por parte do noivo

PUBLICIDADE

Stephan Dolgikh de 33 anos de idade agrediu a própria noiva, Oksana Poludentseva de 36 anos até a morte. O crime aconteceu no vilarejo de Chik, localizado na cidade de Novosirisk, a terceira mior cidade da Rússia, atrás somente de Moscou e São Petesburgo.

De acordo com o que foi divulgado, o crime aconteceu movido por ciúmes do noivo.

PUBLICIDADE

No dia do casamento, segundo foi noticiado, Stephan viu sua noiva conversando com um dos convidados, e isso teria sido a motivação para o crime acontecer. As outras pessoas que estavam presentes no local no momento da agressão, não reagiram a situação mas chamaram as autoridades ao local.

A investigação aponta que Dolgik estava com intoxicação alcoólica, e que deu vários socos e pontapés na cabeça, tronco e membros de Oksana.

PUBLICIDADE

A agressão permaneceu e o homem arrastou a sua noiva até a casa. Logo após isso, ele ainda atirou o corpo da noiva em uma ravina, local este onde ela foi encontrada posteriormente já morta.

Ao ser interrogado pelas autoridades, o homem confessou que cometeu o crime. De acordo como investigador do caso, Kirill Petrushin, o homem foi conduzido a prisão por dois meses, enquanto a investigação permanecerá em curso.

PUBLICIDADE

Anteriormente Stephan já tinha passagem pela polícia por roubo e assassinato, e conheceu a sua noiva enquanto ainda estava preso, aguardando o momento de sua liberdade para que os dois pudessem casar.

 

Via: uol.com.br

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.