“Essa infeliz matou meu filho, ele deve ter sofrido muito”; foram as palavras do pai de Henry, após saber da prisão de Monique e Jairinho

Em entrevista ao repórter Carlos De Lannoy, ele chegou a dizer que estava passando mal.

PUBLICIDADE

Em entrevista o pai de Henry disse que eles devem estar feliz agora mataram o seu filho “ele deve ter sofrido muito” foram as palavras do engenheiro Leniel Borel de Almeida após saber da prisão de Jairinho e Monique Medeiros.

Leniel disse que está passando mal só de imaginar o que o filho passou, na madrugada antes de saber da prisão da ex-mulher e do Vereador Dr. Jairinho, Leniel postou uma mensagem nas redes sociais dizendo que completa um mês da morte da criança e pediu desculpas por não ter conseguido proteger o próprio filho.

PUBLICIDADE

Na mensagem publicada pelo pai dizia que fazia 30 dias que deu o último abraço no seu filho, nunca vai esquecer aqueles momentos que passaram juntos no fim de semana.

Disse que deixou o menino bem, cheio de vida, cheio de sonhos, uma criança sorridente, alegre e inocente, pediu desculpas por não ter conseguido protegê-lo, mas todos estão confiando em Deus para que a sua justiça brote como uma luz da aurora e os responsáveis por tamanha atrocidade paguem por isso.

PUBLICIDADE

De acordo com a polícia o Dr. Jairinho teria praticado uma sessão de tortura contra Henry semanas antes da morte da criança.

Foram vários golpes na cabeça, chutes após trancá-lo num quarto, nesta quinta-feira (8) pela manhã o casal foi preso por está atrapalhando a investigação e ameaçando testemunhas.

PUBLICIDADE

A prisão aconteceu em uma casa na zona oeste do Rio de Janeiro, o inquérito até o momento não foi concluído mas a polícia não tem dúvida que Henry foi assassinado devido aos vários hematomas no corpo.

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.