Ex-presidente da Bolívia tenta suicídio na prisão: “Isso é um pedido de socorro”

A ex-presidente interina da Bolívia Jeanine Áñez tentou se matar na prisão neste sábado, devido à sua situação judicial, afirmou seu advogado Jorge Valda, acrescentando que ela envia com sua ação “uma mensagem de socorro”.

PUBLICIDADE

Segundo informações do advogado Jorge Valda a ex-presidente interina da Bolívia jeanine Ánez tentou suicídio na prisão do último sábado devido a sua situação.

O advogado disse que ela tentou suicídio mas graças a Deus fracassou, logo após ela ter se auto lesionado na prisão de La Paz, a ex-presidente foi atendida por médicos.

PUBLICIDADE

Jeanine está com 54 anos e segundo advogado havia arranhões nos braços, ela está com a saúde mental estável até o momento, segundo os advogados o que aconteceu no Sábado é um pedido de ajuda da ex-presidente.

PUBLICIDADE

A família de Jeanine pediu para que ela fosse transferida para um hospital por estar sofrendo hipertensão mas foi verificado que os arranhões nos braços e a mutilação foi superficial.

PUBLICIDADE

A defesa de Jeanine quer que ela cumpra a prisão domiciliar, o ex-presidente de centro Carlos Mesa chegou a afirmar que Janine deve ser defendida em liberdade.

O ex-presidente Jorge Queiroga e Jane Paz também afirmaram que a necessidade de preservar a vida de Janine e também a integridade física e ser julgada em liberdade.

A Procuradoria da Bolívia chegou apresentar uma acusação contra Jeanine por triplo genocídio, a denúncia chegou a ser apresentada ao Supremo Tribunal da Justiça e ela será julgada pelo congresso. Os familiares da ex-presidente foram procurados mas não quiseram falar sobre o assunto da prisão.

Segundo informações Jeanine passa bem os ferimentos são superficiais.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.