Filho mata própria mãe com mata-leão e sai par beber com amigos depois

Familiares indicaram que a relação entre os dois sempre foi marcada por conflitos

Um crime chocante aconteceu na cidade de Joinville, Santa Catarina, chegando até mesmo a chocar os policiais. Isso por que um jovem de 20 anos de idade, confessou ter matado sua própria mãe, usando de um golpe mata-leão. Após o crime, ele também ocultou o corpo da mãe. De acordo com informações do portal de notícias G1, Albertina Schmitz foi enterrada na manhã de quinta-feira (7).

As informações também indicam que o corpo da mulher ficou 4 dias na residência da família após o crime cometido pelo jovem. Ao preso, o rapaz logo confessou o crime. A prisão foi em flagrante, e foi convertida para preventiva, e agora o rapaz encontra-se detido pelas autoridades.

PUBLICIDADE

O delegado responsável pelo caso, Roberto Patella Junior, declarou que o crime em questão foi cometido a madrugada do dia 2 de janeiro. O jovem relatou após ter sido preso pelas autoridades o que motivou a sua ação. De acordo com o relato, que foi divulgado pelo delegado, o jovem cometeu o crime em meio a uma explosão de raiva em uma briga com a mãe.

Após ter matado a mãe, o jovem colocou um lençol sobre o corpo da mesma, e trancou o seu quarto. O corpo da mulher permaneceu no local por cerca de 4 dias. Em meio a isso, o suspeito de ter cometido permaneceu levando a sua rotina normalmente. De acordo com as investigações das autoridades, ele até mesmo teria bebido com alguns de seus amigos na residência onde o corpo da mãe estava.

PUBLICIDADE

Familiares indicaram que os desentendimentos entre os dois era algo que ocorria frequentemente. Devido a isso, começaram a achar o sumiço de Albertina das redes sociais, onde ela bastante ativa, estranho, gerando desconfiança.

 

Via: i7news.com.br

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.