Garotas de 13 anos que são primas morrem enquanto filmavam a chuva ao lado de uma cachoeira em Petrópolis

O paiesperava a liberação do corpo da filha e da sobrinha Tailane de Souza dos Santos e a sobrinha Ana Clara da Fonseca as duas com 13 anos.

PUBLICIDADE

Márcio Luiz Ferreira dos Santos de 45 anos passou por uma situação triste como muitas outras pessoas de Petrópolis.

Ele esperava a liberação do corpo da filha e da sobrinha Tailane de Souza dos Santos e a sobrinha Ana Clara da Fonseca as duas com 13 anos.

PUBLICIDADE

De acordo com o pai as meninas morreram ao filmar a chuva que caiu em Petrópolis. O pai ainda contou que as meninas sonhavam em ser modelos, mas agora o sonho foi interrompido pela chuva que caiu em Petrópolis na última sexta-feira (15) que atingiu o pontilhão do bairro Lopes Trovão por volta das 16 horas.

O pai disse que eles moravam na parte de baixo bem próximo à cachoeira, a chuva foi toda ali para aquele pedaço, quando parou um pouco ele foi para casa e a chuva aumentou e tudo começou a desabar.

PUBLICIDADE

As meninas tentavam se abrigar no momento da chuva saíram de outra casa que estava no mesmo terreno, a enxurrada veio em direção do quintal de sua casa, mas a sua filha estava na casa do tio e veio para casa da sobrinha foi quando tudo desabou e ele não pode salvar nenhuma das meninas.

O pai ainda falou que a filha e a sobrinha ficaram filmando a enxurrada, se elas tivessem entrado para a casa não tinha sido arrastadas, foram filmando a enxurrada caindo na cachoeira e desceu avalanche e as levou.

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.