“Gianecchini” do crime Levava vida de luxo antes de ser preso

Faria ficou conhecido em 2012, quando invadiu a apuração de carnaval e rasgou as fichas não concordando com as notas da sua escola favorita.

PUBLICIDADE

Tiago Tadeu Faria de 35 anos, mais conhecido como Gianecchini do crime, foi preso na última sexta-feira (11) pela polícia.

Tiago ostentava uma vida de luxo, carros e armas, em uma das fotos ele está ao lado de uma Range Rover avaliada em mais de 300 mil reais, Tiago é suspeito de vários ataques a bancos no interior de São Paulo.

PUBLICIDADE

Faria ficou conhecido em 2012, quando invadiu a apuração de carnaval e rasgou as fichas não concordando com as notas da sua escola favorita.

A polícia afirmou que Tiago teria participação dos ataques das agencias bancarias de Ourinhos e Botucatu.

PUBLICIDADE

O assalto realizado pela quadrilha tinha cerca de 40 integrantes, eles promoveram um assalto em uma agência bancaria e colocaram terror, armados com armas de grosso calibre eles amarravam os reféns no capô ou no teto dos carros, para poderem fugir.

Os ataques a essas agências do Banco do Brasil aconteceu no dia 30 de julho, Tiago Faria também é suspeito de explodir bancos do Rio Grande do Norte.

PUBLICIDADE

Os investigadores estavam colhendo informações sobre o paradeiro de Tiago e conseguiram o interceptar na Avenida do Guacá.

Tiago não reagiu à prisão, o outro suspeito de ter participado do roubo de banco em Botucatu foi preso em agosto na zona leste de São Paulo.

Os outros integrantes da quadrilha estão sendo investigados pela polícia, mas segundo informações da Polícia Tiago Tadeu Faria é um dos líderes da quadrilha.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.